Menu

May-Mac: Dana White fala da maior luta da história dos esportes de combate

11 de Agosto de 2017

O apelido oficial do campeão peso-leve do UFC, Conor McGregor, é “Notório”, mas com o passar dos anos, Dana White observou o irlandês continuar subindo seus parâmetros no que diz respeito a correr riscos em busca da grandiosidade e do dinheiro, e, agora, ele tem outra alcunha em mente.

“Ele é um indivíduo único”, disse Dana, “É por isso que o chamo de unicórnio. Ele não é como nenhum outro lutador com quem lidei durante toda minha carreira. Sua confiança em si mesmo é inacreditável”.

É por isso que o que parecia um sonho impossível - McGregor migrando para o mundo do boxe para enfrentar Floyd Mayweather - agora é realidade, e os dois se encontrarão na T-Mobile Arena em las Vegas no dia 26 de agosto. E no que diz respeito a Dana White, ele não pretende apostar contra seu atleta.

“Na minha história com ele, esse cara fez tudo o que disse que faria, incluindo escolher o round em que disse que faria”.

Mais May x Mac: Mayweather promete show | Anunciado card completo | Currículo Notório | Análise de Joseph Duffy | A visão de um treinador de boxe

Essa história começou em 2013, quando White trouxe o confiante, porém pouco testado irlandês para enfrentar os melhores do UFC. Dono de um cartel de 12-2 na época, McGregor construiu uma boa reputação na Europa, mas isso não foi suficiente, no início, para convencer o presidente do UFC.

“Quando conhecemos Conor, você não sabe se um cara é capaz de lutar, mas sabíamos que ele tinha personalidade”, disse, “Ele era engraçado e uma companhia divertida, e quando ficou de frente para o público, sentimos que poderia ser uma grande estrela”.

“Mas será que ele poderia lutar?”.


Ele pode. Dono de um cartel de 9-1 no UFC, que inclui títulos nas divisões pena e leve, além de sete nocautes, McGregor, de 29 anos, provou ser um dos melhores lutadores no planeta. E ele foi mais longe, transcendendo o esporte e se tornando uma super estrela internacional em pouco mais de quatro anos, então quando ele começou a falar sobre migrar do octógono para o ringue para enfrentar Mayweather, 49-0, Dana escutou. E quando o acordo foi feito, o mundo começou a assistir, ler e ouvir tudo a respeito da luta.

“Esta é uma luta global”, disse Dana na passagem por Brooklyn durante a turnê mundial de anúncio oficial do combate, “É uma luta na qual mundo inteiro está interessado. Se você me dissesse há um ano que eu estaria em uma coletiva de imprensa para McGregor x Mayweather, eu jamais esperaria. Mas aqui estamos”.

Agora, falta menos de três semanas e a pergunta está lançada: será que Dana White acredita que McGregor pode ser o azarão do século?

“Não o vejo (McGregor) ganhando por pontos de Mayweather em uma luta de boxe”, disse, “Acredito que nessa luta, Floyd vai tentar lutar da maneira que ele tradicionalmente luta. Ele é o melhor lutador defensivo de todos os tempos, acho que ele vai ficar na ponta dos pés e se movimentar bastante e usar todo o ringue para tentar se manter longe de McGregor. E acho que McGregor vai direto para cima dele para tentar nocauteá-lo”.


Apesar de tentar e conseguir serem duas coisas diferentes, Dana acredita que é bastante possível que as estrelas se alinhem no T-Mobile Arena e que a juventude, tamanho e confiança de McGregor superem a experiência e o status de melhor boxeador de sua era de Mayweather.

“Floyd Mayweather tem uma defesa incrível e ele é rápido”, disse, “Mas esta é a realidade: Floyd Mayweather tem 40 anos, Conor McGregor é canhoto e se existe alguma falha nessa armadura, é quando Floyd enfrenta canhotos. McGregor tem 29 anos e bate como um caminhão. Quando McGregor acerta as pessoas, ele as machuca, e quando as machuca, ele acaba com elas. Em uma luta de 12 rounds, será que Conor vai acertá-lo alguma vez? Acredito que mais de uma vez, e veremos o que vai acontecer quando Floyd for acertado”.

Se McGregor vencer, o mundo vai parar por um instante. Mas Dana White não estará surpreso.

“Parei de duvidar de Conor há muito tempo”.

Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Baixe o aplicativo do UFC